26 Anos - Qualidade, Preço, Atendimento.

Cupim
Barata
Rato
Pulga
Escorpião
Formiga
Carrapato
Mosca
Aranha
Percevejo
Broca
Traças
Marimbondos
Piolho de Pombo

Barata Blattella Germanica

A Blattella Germanica é barata de área interna e com infestações críticas em áreas de alimentos (restaurantes, lanchonetes, lojas de conveniência, pizzarias, padarias, bares, cozinhas, hortifrutis e áreas sensíveis. Em geral e seu controle requer técnicas de maior segurança toxicológica e cuidados com relação a possíveis contaminações ambientais, humanas e animais.

A resistência genética ocorre a nível de gene, por hereditariedade, transmitida de uma geração para outra. Assim, a resistência genética, no caso de inseticidas, se dá em relação ao ingrediente ativo, onde uma população tem indivíduos suscetíveis que são eliminados e outros não suscetíveis que sobrevivem e se cruzam, aumentando a carga de resistentes na população. A resistência genética é, portanto, um processo evolutivo populacional, uma forma de garantir a perpetuação da espécie. Daí ser fundamental rodiziar produtos de diferentes grupos químicos para o manejo da resistência e maior sobrevida dos ingredientes ativos.

SEGURANÇA E SOLUÇÕES COM A METODOLOGIA DE APLICAÇÃO GEL

As vantagens relacionadas ao uso do gel baraticida são inúmeras, a começar pelo fato de serem aplicados pontualmente dentro ou próximo do abrigo e em locais de passagem, de forma discreta. O serviço pode ser realizado a qualquer momento, sem interrupção das atividades de rotina do setor. Não perturba o cliente, o que se torna de suma importância, pois as atividades de desinsetização normalmente estão associadas a “incômodo”.

Deve-se pensar que o gel é um atrativo alimentar que concorre com a oferta de alimento da área. Desta forma, um maior número de pontos de aplicação torna-se mais competitivo e promove maior chance de serem encontrados pelas baratas. Considerando que baratas de cozinha têm uma ingestão média baixa de 2 mg por dia, não há necessidade de pontos de maior diâmetro/volume. A dica é ter vários pontos de pequeno calibre.

O gel pode ser aplicado por pistola dosadora (exactor) dose ou seringa manual. Óbvio está que a aplicação por seringa é de superior eficácia, seja do ponto de vista resultado, padronização, profissionalismo e dosagem.

INÍCIO DE CONTROLE

Em altas infestações podem ser mais produtivas a realização de uma ou aplicação de choque (pulverização) para redução mais acelerada do problema, principalmente em áreas críticas. A seguir, introduz-se a metodologia de gel, com a função de controle progressivo e manutenção.

O gel propicia o chamado “efeito dominó”, ou seja, uma intoxicação secundária de outras baratas. Isto se dá pelo fato de baratas serem necrófagas e coprófagas e se alimentarem de dejetos e restos de carcaças de baratas primariamente intoxicadas e que venham a morrer no abrigo. Não há dados de comprovação do percentual em que tal fato ocorre, podendo ser dependente de uma casualidade.