26 Anos - Qualidade, Preço, Atendimento.

Cupim
Barata
Rato
Pulga
Escorpião
Formiga
Carrapato
Mosca
Aranha
Percevejo
Broca
Traças
Marimbondos
Piolho de Pombo

Infestações de pragas urbanas aumentam no Verão

O aumento das temperaturas, os dias mais longos e a maior incidência de chuvas, formam o cenário ideal para a proliferação dos insetos, roedores e outras pragas urbanas.

Nas estações mais quentes do ano, como o verão, aumentam as pragas urbanas – como mosquitos, baratas, ratos e escorpiões. Elas trazem inúmeros riscos à saúde, mas podem ser afastadas com medidas simples de higiene.

Todas as pragas devem ser vistas com preocupação pelos danos que podem causar à saúde, mas algumas se destacam.

Do ponto de vista epidemiológico, os mosquitos são os mais perigosos porque transmitem doenças como dengue, chikungunya e febre amarela.

Destaca-se o aumento de acidentes com aranhas, lagartas, abelhas e escorpiões, que são animais peçonhentos. Este último é o mais perigoso.

Todos eles são venenosos. Aqui no Brasil, tem o escorpião amarelo que tem o veneno muito tóxico, se reproduz muito rápido e consegue viver dentro das casas.

Acúmulo de lixo e água atrai pragas.

Locais com acúmulo de água, lixo, entulho e frestas atraem mais pragas. Entretanto, elas podem estar presentes em todos os lugares.

As pragas urbanas se especializaram em viver perto do homem, então, áreas de luxo também estão propensas a elas.

Medidas simples de higiene previnem o aparecimento de pragas. É necessário afastar fontes de alimentos, como restos de comidas e monitorar o que entra e sai das casas.

Procura por dedetização quase triplica no verão.